15 Diferenças entre “empreendedor” e “Empregado”

In Blog, Diferenças, Empreendedor by Danilo JorgeLeave a Comment

Você já imaginou o que é necessário para fazer o salto de empregado para empreendedor?

Demora, e são necessárias algumas mudanças fundamentais na forma de pensar, hábitos e níveis de conforto, resultando em algumas das principais diferenças entre os tipos de pessoas que prosperam como empregados e os que tem sucesso como empreendedores.
Algumas pessoas generalizam empregados como seguidores, e empreendedores como líderes. No entanto, há funcionários empreendedores, e há empresários que sabem quando é hora de seguir o exemplo de outra pessoa. A diferença entre estes dois tipos de pessoas, nem sempre é claramente definido.

1-1252Então, quais são algumas das principais diferenças entre empregados e empreendedores? Abaixo fiz uma lista com 15 pontos, que na minha opinião, diferencia um empreendedor de um empregado.

1. Empregados buscam uma direção, enquanto empreendedores criam um caminho.

Empregados tendem a procurar ajuda quando surge um problema. Empreendedores tendem a criar as soluções que mantenham o trabalho organizado e avançando.

2. Empregados fazem; empreendedores ouvem.

São os empregados que fazem a maior parte do trabalho em qualquer organização. Porém, para que o trabalho seja bem executado, o empreendedor no comando tem que ouvir as necessidades e manter um ambiente de trabalho produtivo e positivo.

3. Empregados assumem menos riscos para si. Empreendedores vivem com os riscos.

Realizar as coisas da maneira mais segura pode realmente ser bom para uma organização, porém é preciso um empreendedor tolerante ao risco para construir uma empresa em primeiro lugar.

4. Empregados geralmente são especialistas, empreendedores generalistas.

Os empreendedores precisam ter conhecimento geral sobre um monte de coisas, em parte, para que possam dar poder aos funcionários especializados que trabalham para eles. Na verdade, um estudo realizado na Suíça e na Alemanha, descobriu que especialistas tendem a ser empregados por toda a vida, e na verdade, preferem esse papel.

5. Empregados são pagos pelo seu papel na organização, enquanto empreendedores são pagos pelo resultado.

Os empreendedores são os últimos a receber em uma empresa, sua remuneração está diretamente ligada ao desempenho e lucro.

6. Empregados adoram feriados porque ganham um dia de folga, enquanto empreendedores gostam de feriados pois podem trabalhar o dia inteiro com menos interrupções.

Muitos empreendedores que conheço adoram feriados, mas não por terem sua merecida folga, mas porque possam ser mais produtivos durante todo o dia sem interrupções e distrações.

7. Empregados preferem um emprego estável, e empreendedores se sentem confortáveis sem a segurança de um emprego CLT.

Empreendedores sabem que para construir uma empresa, é necessário sacrificar algo seguro e assumir riscos.

8. Empregados seguem regras, empreendedores quebram regras.

É um estranho paradoxo, mas para criar negócios de sucesso, o empreendedor precisar fazer algo diferente, quebrar regras ou mudar o jogo. Porém, para que o negócio de um empreendedor tenha sucesso, é necessário que seus empregados sigam as novas regras do jogo que foram criadas.

9. Empregados são responsáveis por algumas decisões, empreendedores são responsáveis por todas as decisões.

Seja ela positiva ou negativa, o empreendedor é em ultima analise, o responsável pela tomada de decisões em todos os níveis da organização.

10. Empregados executam tarefas, empreendedores as planejam.

Empregados podem seguir suas tarefas de trabalho dia a dia. Um empreendedor precisa considerar o quão bem as tarefas estão sendo executadas, com relação ao plano de médio e longo prazo.

11. Empregados gostam de uma estrutura, empreendedores gostam de olhar para toda infraestrutura.

Enquanto empregados geralmente preferem ter suas responsabilidades bem definidas, empreendedores consideram como o papel de cada pessoa pode contribuir para a organização -e o crescimento- como um todo.

12. Empregados gostam de trabalhar com uma agenda definida, empreendedores preferem criar sua própria agenda.

Se empreendedores não desenvolvem uma enorme habilidade de gerenciamento de tempo, eles geralmente vão trabalhar muitas horas a mais durante uma semana.

13. Empregados estão sempre trabalhando, empreendedores estão sempre vendendo.

Pode ser exaustivo. Empreendedores precisam vender idéias para os investidores, vender produtos e serviços para clientes, vender para os funcionários os benefícios de se trabalhar na empresa, e até mesmo vender para sua família o motivo do porque de trabalhar tanto.

14. Empregados podem desfrutar de mais interação social, enquanto os empreendedores muitas vezes trabalham em um silo.

Empreendedorismo pode ser algo solitário, especialmente no início. Por isso, ajuda ter um mentor, ou um grupo de pessoas para trocar idéias nas fases iniciais do negócio.

15. Empregados não gostam de fracassar, empreendedores abraçam o fracasso algumas vezes.

Falhar significa aprender, e empreendedores sabem que é mais provável fracassar, do que ter sucesso e falhar poder levar ao sucesso! Os empregados preferem não falhar em seus postos de trabalho, pois a falha leva ao medo de perder o emprego estável que eles tanto valorizam.

Fonte: Forbes e Lifehackers

Danilo Jorge | CEO & Co-Founder

Leave a Comment